Gourmet

Além, Foodporn, o Mindfoodness chega

Se o Foodporn acordou nossos sentidos, nos fez salivar e desejamos comer as imagens que vimos no Instagram, o Mindfoodness acordará em nós a consciência de se relacionar com os alimentos de uma maneira mais saudável, mais relaxado e muito mais enriquecedor para o corpo e a mente. Você o conhece ainda?

Mindfoodness É a união entre "plena consciência" (consciência plena) e "comida" e uma nova tendência gastronômica que começa a bater forte. Seu principal objetivo é tente garantir que todos tenhamos um relacionamento saudável com os alimentos que comemos, que exploramos a maneira pela qual a comida interfere em nossas vidas, nos afeta e nos excita.

E é que temos um relacionamento mais estranho com o que comemos. Por um lado, nos apaixonamos, nos tornamos obcecados e desabafamos com isso (algo que o Foodporn explodiu de longe). Por outro lado, muitas vezes comemos mecanicamente, quase sem ter consciência do que colocamos na boca, mais pendente na televisão, no celular ou em qualquer outra coisa do que saborear o que aceitamos ou apreciamos.

Seja a pressa ou o estresse diário, comer freqüentemente se torna um ato mecânico e vazio. Uma necessidade básica que devemos atender, como a que enche o tanque de um carro de gasolina.

Mindfoodness visa nos dê a oportunidade de tirar o melhor proveito de cada alimento que ingerimos, apreciando seu sabor, textura, seu aroma, as nuances de tudo o que tomamos ... É no final e depois uma espécie de gastronomia Carpe Diem. Concentre-se e desfrute de cem por cento do que estamos comendo é uma experiência completa e isso vai nos encher muito mais do que sem nos encher de nada.

O que Mindfoodness implica?

1.- Para começar, reconecte-se com seu corpo e tome consciência do que você realmente precisa.

2.- Viva o presente quando comer.

3.- Concentre toda a sua atenção na comida.

4.- E coma com todos os seus sentidos.

5.- Somente assim, você sabe que não precisa mais continuar comendo.

6.- E você tem mais controle sobre ansiedade, depressão, tédio e todas as coisas que levam você a bicar.

7.- Não se deixe levar por decisões irracionais.

8.- Aproveite ao máximo de tudo que você come.

9.- Ser capaz de fazer escolhas baseadas no que é melhor para você e que o faz feliz.

10.- Amar você mais eu mesmoo.

Uma revolução para os sentidos, mas também para a sua saúde.

Essa nova educação alimentar, desta forma, para desfrutar totalmente da comida e sem que seja uma opção B para nossos problemas ou falta emocional, é também uma forma de reequilibrar a relação mente-corpo e isso nos ajuda a tomar consciência do que comemos.

Um passo à frente para evitar problemas de excesso de peso, distúrbios alimentares, etc. Se aproveitarmos ao máximo e estivermos cientes de cada mordida que fizermos, tomaremos decisões mais racionais, saudáveis ​​e também com mais decisões

Jared | As nove melhores dietas com as quais eu falhei

Loading...