Psicologia

Quando mudar de direção é a única maneira de chegar ao nosso destino: como redirecionar nossos caminhos sem cair em ansiedade

Passamos meia vida imaginando onde queremos chegar. Quando somos pequenos, eles nos perguntam o que queremos ser quando crescermos, quando estamos no ensino médio, temos que começar a escolher se queremos cartas ou ciências e já estamos começando a sonhar com quem seremos quando crescermos.

Com quem vamos morar, em que cidade ou país, Quantos lugares vamos conhecer, se vamos casar e ter filhos ou não. Quando ficamos um pouco mais velhos, temos que escolher se queremos continuar estudando ou não, qual é o nosso objetivo. Novamente, quem e o que queremos ser quando crescermos.

Muitos de nós planejam nossa vida passo a passo, sempre sabemos o que faremos a seguir, qual é o nosso objetivo final. E, no entanto, às vezes a vida nos mostra que não importa quantos planos fazemos, porque eles podem não funcionar como esperamos. É mais, nosso objetivo pode mudar com o tempo e precisamos aprender a redirecionar.

Tire um tempo para pensar sobre onde queremos chegar ao fim

Saber quais são nossos objetivos é um aspecto mais importante do que podemos imaginar. É verdade que, às vezes, podemos definir um plano tão rigoroso que não seremos capazes de tolerar imprevistos, o que não é muito adaptável.

No entanto, precisamos de alguma flexibilidade não significa que não podemos ter um objetivo claro. Cada um de nós deve decidir qual deles é. Para alguns de nós, esse objetivo será ter sido uma boa pessoa, para outros, ter uma família, para alguns, o objetivo será alcançar algo importante em sua carreira e, para outros, viver na cidade dos seus sonhos.

Seja o que for, precisamos de um objetivo para começar a avançar. E, sem ele, muitas vezes podemos ficar presos e não saber como continuar. Uma coisa especial sobre os objetivos é que eles podem mudar com o tempo, então teremos que reavaliar eles e nós mesmos de vez em quando.

Estamos em um caminho que nos aproxima do objetivo que queríamos? Ainda queremos o mesmo objetivo? Vocêessa ainda é uma das nossas prioridades Ou, embora gostássemos de obtê-lo, temos outras prioridades antes disso? Responder a essas perguntas de tempos em tempos nos ajudará não apenas a avaliar nossa evolução, mas também a não ficar preso em algo que não queremos mais. Seja um trabalho, um estilo de vida ou um relacionamento.

Aprenda a redirecionar nosso caminho sem medo ou ansiedade

Em alguns casos, quando temos um objetivo muito específico, também temos etapas muito detalhadas planejadas para chegar lá. No entanto, mesmo que nosso objetivo não mude, a vida sempre vem com imprevistos.

Isso pode gerar ansiedades e medos se colocarmos em risco nosso plano concreto. No entanto, devemos lembrar que, para alcançar o mesmo objetivo, existem caminhos muito diferentes. De fato, às vezes esse plano é tão perfeito que atraímos na época, pode chegar um momento em que estamos apenas nos afastando da meta.

Portanto, em vez de seguir um plano muito fechado e limitado, é hora de escolher nosso caminho aos poucos, à medida que as circunstâncias da vida são apresentadas, aceitando eventos imprevistos e aprendendo a redirecionar nossas etapas e aproveitar oportunidades - e complicações - que são apresentadas a nós.

Isso não significa que precisamos perder de vista nosso objetivo, mas sabemos que podemos alcançá-lo por caminhos muito diferentes e que não sabemos o que eles nos trarão e nos ensinam as novas oportunidades que nos são apresentadas na vida. Mudamos, nossa vida muda e nossos objetivos e caminhos também.

Aproveite a estrada

E ao longo do caminho, tudo o que resta é aproveitar. Porque sim, o destino é importante. Mas quando chegamos lá a única coisa que vamos lembrar é como fizemos, assim que melhor se gostamos e nos divertimos Entretanto.

Às vezes, de fato, é o caminho que mais lhe ensina e, se você fechar demais suas oportunidades e opções, você pode estar perdendo muito de si. Não sabemos onde estaremos quando atingirmos a meta ou quais novas perspectivas ou objetivos teremos então.

Não sabemos se em alguns meses queremos mudar nosso objetivo, então tudo o que resta é aproveitar o agora. Às vezes mude de direção é a única maneira de chegarmos onde queríamos desde o principio.