Tendências

The Pouch, esta é a nova bolsa Bottega Veneta que está causando raiva em todas as partes do mundo e acaba em minutos

Quando algo se torna moda, o sentimento de amor por algo cresce de tal maneira que gera ansiedade para alcançar esse objeto. O mesmo vale para marcas e coleções diferentes, há épocas em que algumas empresas em particular apresentam uma proposta impecável e em outras épocas muito mais roupas e acessórios descafeinados. O mesmo aconteceu com a Bottega Veneta, que ficou estagnada por alguns anos até chegar Daniel Lee, novo diretor criativo, para revolucionar absolutamente a casa italiana.

E é que o furacão de estilo atingiu a marca de atualizar cada uma de suas propostas e gerar best seller quase automaticamente.

Nesta temporada, poderíamos dizer que ** duas sandálias e uma bolsa poderiam perfeitamente manter o faturamento global da empresa ** porque elas se tornaram um verdadeiro deve ter e ninguém quer ficar sem nenhuma de suas edições. As largas sandálias de pá com um guateado gigante e aquelas com tiras finas nos fazem apaixonar, mas se houver algo por excelência que aconselhamos é o saco A bolsa, uma daquelas maravilhas que não paramos de ver nas redes.

Trata-se de um bolsa de couro bastante simples, com um fechamento bastante mítico e histórico e com encontros muito elegantes. Não encontramos muitos ornamentos, simplesmente couro premium e acabamentos de luxo maravilhosos. Em suas versões de couro liso, podemos encontrá-lo em cores infinitas, embora o camelo, preto e branco sejam, sem dúvida, os mais exigidos e seu preço seja 1.900 euros.

Há também na versão com acabamento intrecciato, essa trança manual tão característica da empresa. Em versões infinitas e com cores muito marcantes e também algo mais sério. Este modelo é ainda mais luxuoso, atingindo 2.300 euros. Também pode ser encontrado em versões de pele de animais exóticos e até em cortiça.