Notícias do setor

Thebe Magugu, da África do Sul, ganha aos 26 anos o prêmio LVMH por "brincar com os códigos do masculino e do feminino"

Alguns dias atrás, sabíamos que o prestigiado Prêmio LVMH, que até agora recebeu o nome de Prêmio Especial do Júri, foi renomeado Karl Lagerfeld para homenagear o estilista. Agora sabemos que ganhou esse prêmio pela primeira vez após seu novo batismo.

Dedicado a reconhecer o trabalho de jovens designers emergentes, o prêmio caiu para sua sexta edição no criador sul-africano Thebe Magugu. Desse modo, sucede ao japonês Masayuki Ino, fundador da marca Doublet, e se impõe aos outros sete candidatos finalistas, incluindo Hed Mayner.

Em uma cerimônia que aconteceu ontem em uma das salas da Fundação Louis Vuitton em Paris, Delphine Arnault, mestre de cerimônias e diretora do conglomerado de luxo, abriu a noite com algumas palavras para o fotógrafo de moda Peter Lindbergh, que morreu na terça-feira aos 74 anos. Ele também se lembrou de Lagerfeld, muito envolvido na criação dos prêmios e a quem declarou que os prêmios "devem muito".

O encarregado de revelar o vencedor este ano foi, no entanto, a atriz e embaixadora da empresa Louis Vuitton, Alicia Vikander. O júri foi composto, entre outras personalidades da moda, por Delphine e Marc Jacobs.

Thebe Magugu receberá 300.000 euros e um ano de aulas particulares na LVMH, um programa que traz experiência no gerenciamento de propriedade intelectual, fornecimento, produção, distribuição, imagem, comunicação e marketing.

Aos 26 anos, o designer sul-africano foi o candidato mais jovem da equipe este ano. Ele é especialista no setor de prêt-à-porter de mulheres e, sobre ele, Delphine Arnault afirmou em um comunicado que "seu trabalho criativo brincar com os códigos de masculino e feminino, da tradição e do experimental, o senso de volume e o savoir-faire africano.

Também foi premiado o israelense Hed Mayner, com 150.000 euros e mais um ano de mentoria, por questionar por suas criações "o gênero masculino graças a uma estética que mistura fluidez e estrutura, simplicidade e luxo". Além de três estudantes que receberão uma bolsa de estudos de 10.000 euros e um ano de estágio em um dos estudos das marcas LVMH.