Geral

Ela é Daisy-May Demetre, a modelo infantil duplamente amputada que desfilará na New York Fashion Week

Ele tem apenas nove anos, mas já está fazendo história. O nome dela é Daisy-May Demetre e ela foi selecionada por Lulu et Gigi Couture para entrar na passarela da New York Fashion Week, tornando-se assim o primeiro modelo duplamente amputado a fazê-lo.

Foi Eni Hegedus-Buiron, o fundador da marca, que a escolheu pessoalmente para vestir seus desenhos em Nova York depois de vê-la desfilar em Londres.

Margarida nasceu com hemimelia fibular, uma condição na qual um dos dois ossos da perna é mais curto que o normal ou está ausente. Quando isso acontece, os cirurgiões podem amputar parte do pé ou da perna para que a criança possa usar uma prótese.

No caso de Daisy, afetou as duas pernas, que foram amputadas quando ela tinha apenas 18 meses de idade. Algo que não diminuiu seu desejo de que a garota britânica fosse modelo e pavimentar o caminho para outras pessoas na sua situação.

Daisy tem dois pares diferentes de pernas protéticas: alguns para necessidades básicas e outros para corredores, como os usados ​​por atletas profissionais.

Em sua tenra idade, ele já trabalhou para Nike, Boden e Matalan, bem como na London Fashion Week. Em 8 de setembro, você pode adicionar as passarelas de Nova York ao seu currículo.

Enquanto isso, podemos conhecê-la um pouco mais em sua conta do Instagram, onde ela transmite uma energia avassaladora e uma personalidade cheia de luz.

Nos últimos tempos, a moda abriu ao corpo movimentos positivos, inclusive em suas campanhas e desfiles de moda cujos corpos estão fora dos padrões impostos pelo cânone.

É o caso, por exemplo, da Primark com Kelly Knox, o modelo que Ele nasceu sem um braço e decidiu não usar próteses. Também em Nova York, a empresa FTL Moda apresentou sua coleção outono-inverno 2015/2016 com um elenco de modelos nos quais muitos desfilaram cadeira de rodas, sem um braço ou com muletas.