Em reunião, Polo de Defesa define estratégias e Plano de Ação do setor

Os integrantes do Polo de Defesa de Santa Maria estiveram reunidos na tarde desta quinta-feira, 24, na Sala do Conselho, da CACISM. Na ocasião, os participantes acompanharam a apresentação realizada pelo Comandante da Base Aérea de Santa Maria, Ten. Cel. Av. Ramiro Kirsch Pinheiro, sobre as demandas da BASM.

Durante a reunião, os membros do Polo de Defesa debateram sobre as licitações que as instituições realizam para aquisição de produtos e serviços e destacaram as grandes oportunidades para as empresas locais em alguns setores:

– A cidade tem potencial, mas a grande maioria das licitações é vencida por empresas de fora de Santa Maria – explica Ramiro.

Para o Prefeito Cezar Schirmer, é preciso difundir mais estas oportunidades junto ao empresariado local:

– Com maior conhecimento das demandas, a prefeitura poderia contribuir com uma política de estímulo para aproveitar melhor estas oportunidades.

Após esta explanação, o Superintendente Executivo da Agência de Desenvolvimento de Santa Maria, Diogo De Gregori, fez um breve relatório sobre sua participação na Missão Técnica para conhecer o Programa de Desenvolvimento de Submarinos da Marinha do Brasil (PROSUB), no Rio de Janeiro, no dia 3 de abril.

Segundo Diogo, além de conhecer o PROSUB, o objetivo da visita também foi apresentar as potencialidades de Santa Maria, como o Santa Maria Tecnoparque, quem sabe até vislumbrar a instalação de uma unidade da Marinha no local:

– Aproveitamos a oportunidade para conhecer as demandas da Marinha do Brasil para disseminar junto às empresas do Polo de Defesa de Santa Maria – completou.

 Seminário de Defesa

Dentre os assuntos previstos na pauta da reunião, os participantes definiram a programação do I Seminário Internacional de Defesa, que acontecerá nos dias 17, 18 e 19 de novembro. O evento deverá contar com a presença de representantes do governo, empresários, pesquisadores, militares do exército, da marinha e da aeronáutica, assim como representantes das forças armadas de outros países.

Plano de Ação do Setor

Encerrando o encontro, os integrantes do Polo de Defesa trabalharam na complementação do Plano de Ação, que inclui visão, missão e 6 objetivos:

Visão: Que Santa Maria seja reconhecida como um Polo de Defesa, internacionalmente, até 2030 (ainda em análise)

Missão: Realizar ações conjuntas para consolidar Santa Maria como um Polo de Defesa

Objetivo 1: Articular lideranças civis e militares para atuarem em parceria nos setores de defesa e segurança

Objetivo 2: Disseminar junto a sociedade a importância do setor de defesa como vetor de competitividade regional

Objetivo 3: Ampliar o número de empresas de Santa Maria no setor de defesa e segurança

Objetivo 4: Ampliar o número de Projetos das IES/ICTs de Santa Maria no setor de defesa e segurança

Objetivo 5: Ter Políticas Públicas Estaduais voltadas ao setor de defesa e segurança

Objetivo 6: Consolidar o Santa Maria Tecnoparque como provedor de soluções de defesa e segurança

A próxima reunião do Polo de Defesa será no dia 21 de maio, às 08h, no Auditório do Santa Maria Tecnoparque, e contará com a apresentação do Escritório de Projetos do Exército.

 Texto e fotos: Marielle Flôres (Jornalista MTb 13.943 – Assessora de Comunicação/ADESM)